Escolhas


Olá amigos, tudo bem com vocês?

Acredito que todos concordam comigo. Todos os dias, a gente vive fazendo escolhas, não é mesmo?
Escolhemos a roupa que vamos vestir, a comida do almoço,  que perfume usar, a cor do batom, com que velocidade andamos e até o  trajeto à percorrer...
O ato de escolher, indiscutivelmente, faz parte de nossa liberdade.
O problema é quando a gente escolhe, escolhe, e no final, acaba dando com os "burros n'água." Ou seja, escolha errada.

É comum a gente ficar aborrecido e menos produtivo, quando as coisas não dão certo. Mas, é nesse exato momento que você tem a opção de escolher em ser uma pessoa mais determinada, mais positiva e focada em seus objetivos.
Geralmente a gente pensa em desistir após as primeiras tentativas falharem e o resultado ficar aquém do esperado. É até natural, mas você pode escolher em desistir ou persistir um pouco mais.

O fato é que às vezes, com as escolhas que fizemos, tornamos a vida muito mais difícil, tentando torná-la muito mais fácil. As vezes os atalhos que tomamos acabam sendo muito mais problemas do que soluções. Todo o caminho mais fácil, raramente é assim tão fácil.
Muitas vezes, na tentativa de evitar trabalho, acabamos criando mais trabalho ainda.
Muitas vezes, ao escolhermos evitar uma verdade desagradável ou inconveniente, acabamos dando ainda mais poder, influência e reconhecimento do que a verdade em si.

Certamente, é muito mais confortável escolher em deixar as coisas como estão, fazer sempre o que sempre fez. Você sabe de cor como a vida pode ser, vivendo do jeito que você sempre viveu.
Ah se você soubesse que há um mundo ainda melhor a lhe esperar e que a partir desse momento, se você comprometer-se em fazer a diferença, esse mundo será magnifico!
Procure sempre escolher e dar o seu melhor para a vida.  A vida que você cria é a vida que você vive.
Abraços.

8 comentários:

  1. Precisamos estar atentos às escolhas.Depois nos ralamos! abração,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi chica,
      Nossas escolhas podem dar certo ou errado. O importante é saber trabalhar quando a escolha foi errada.

      Abraços.

      Excluir

  2. Olá Nestor,

    Texto excelente e muito sábio.
    Não somos obrigados a acertar em nossas escolhas, basta fazê-las com consciência e de uma maneira raciocinada. Com os equívocos vamos aprendendo a fazer escolhas melhores e, além do mais, sempre poderemos tentar de outra forma. Somente quem não ousa nas escolhas, por mera comodidade, é que corre o risco de deixar de vivenciar momentos incríveis na vida.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Seguindo seu raciocínio, Vera, até mesmo de uma escolha errada, a pessoa sendo sábia, consegue retirar lições.
      Erros e acertos, sempre nos ensinam preciosas lições. Evoluir é ousar sempre.

      Abraço.

      Excluir
  3. Devemos prestar bastante atenção nas sementes que plantamos, pois a colheita é obrigatória. Ao fazermos uma escolha, estamos acionando a Lei da Causa e Efeito, que já sabemos como funciona. Nestor, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Shirley,

      Tudo o que a gente planta colhe. As vezes mais, outras vezes menos.
      Que nossas escolhas sejam sementes do bem.

      Abraço, bom fim de semana e obrigado por sua opinião.

      Excluir
  4. "Erros e acertos são filhos do mesmo pai", é o que canta o Nando Reis e eu concordo. Ninguém é feito só de acertos, nem também de tantos erros a ser impossível reparar. Quer dizer,alguns erros não há como voltar atrás, né?

    Mas de todos tiramos sim um aprendizado.

    Abraço, Nestor.

    ResponderExcluir
  5. Errar e acertar, faz parte da trajetória humana. Impossível querer acertar sempre, porém o grande desafio é conseguir tirar lições de nossos erros.

    Bom fim de semana, Milene.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.