Origem dos Alcará

Os sobrenomes - ou nomes de família - surgiram para identificar as pessoas no século XIX, durante a baixa Idade Média. As pessoas passaram a utilizar como sobrenome  as designações de seus ofícios, habilidades, lugares, nomes de plantas, animais e as mais variadas nomeações que os identificassem. Aqui no Brasil, o registro de sobrenomes tornou-se prática a partir de 1916 com a introdução do Código Civil Brasileiro.

É importante salientar que as origens dos sobrenomes evoluiram  de quatro fontes principais:
Primeiro: Sobrenome de local ou Toponímicos. São os sobrenomes que derivam do nome do lugar de procedência de seu portador inicial.
Segundo: Sobrenome ocupacional. São os sobrenomes que derivam de uma determinada profissão ou trabalho realizado por seu portador.
Terceiro: Sobrenomes característicos. São os sobrenomes que derivam de uma característica física, ou de um animal, ou de uma planta.
Quarto: Sobrenome de parentesco. Conhecido também de patronímico e matronímico, são os sobrenomes que derivam do nome do pai ou do nome da mãe.
Origem do sobrenome Alcará
Recentemente recebi o documento oficial que atesta a origem do sobrenome Alcará na história. Devido ao tamanho do documento a foto não ficou legal. Conforme registro o nome é de origem Toponímica. Compartilho aqui os principais tópicos.


"As origens da língua italiana, falada pelos antepassados da estimada família Alcará, remontam ao século X, em documentos arquivados em Montecassino e, posteriormente escrito em vários textos da Itália Central no século XI.
Neste caso o sobrenome Alcará, tem a sua origem na Itália e deriva da localidade Alcara Li Fusi, próxima a província de Messina. Sendo assim o sobrenome Alcará significa: "descendentes de quem vem de Alcará."
As origens da localidade Alcará, datam o século XII a.c. Após a destruição de Tróia os turianos Plinio e Dionísio de Halicarnasso e muitos de seus companheiros foram para o interior onde encontraram um lugar rico em fonte de água e protegido do vento. Construiram um castelo onde abitavam, sendo este o primeiro centro desta cidade que se chamou Alcará Turiano.  
No ano de 885 os Saracenos ocuparam e destruiram a cidade de Castro, tomaram o castelo Alcará Turiano, mas não o destruiram, uma vez que dada a sua posição e força, foi considerado adequado para    ser usado como uma fortaleza.
Com a saída do domínio Saraceno, estabeleceu-se a dinastia normanda, toda a vila recebeu o nome de Alcará, e os picos variaram, Demona no Vale foi chamado de Alcará Valdemone, permanecendo até 1812, quando uma lei aboliu o antigo Bourbon distritos administrativos dos três vales e estabeleceu sete províncias. A partir deste período, a cidade assumiu oficialmente o seu nome atual Alcara Li Fusi que se desenvolveu tecendo seda, lã e linho."

Segundo os historiadores a palavra ALCARÁ advém de duas civilizações antigas; a latina e a grega.
Do latim, deriva-se da palavra "ALICARIUS",  é uma espécie de grão.
Do grego, deriva-se da palavra " ALCHAR", que significa fortaleza.
Variantes do nosso sobrenome inclui: ALCARÁ, ALCARA, ALCHERI, ALCARESE e ALCAROTTO.

Os Alcará estão presente em cinco comunidades na Itália
Duas comunidades na Sicilia.
Uma comunidade na Campania.
Uma comunidade na Liguria.
Uma comunidade em Val D' Aosta.

Castelo Alcará Turiano em Alcara Li Fusi.

Monastério de Montecassino
 onde ficam arquivados os documentos históricos.
Endereço: http://www.montecasino.it/

Município de Alcara Li Fusi, localidade que originou
o sobrenome Alcará.
Endereço: http://www.comune.alcaralifusi.me.it/



4 comentários:

  1. Meus parabens nestor, tentei por muito tempo encontrar essas informações, eu cheguei até esta localidade na italia mais não tinha documentos da origem e qual o significado do nome. Gostei muito, por acaso vc poderia compastilhar esses documentos, é possivel conseguir a cidadanias italiana com estes documentos que vc possui? Abraço mais uma vezs parabens, e a árvore ginecologica já conseguiu montar alguma coisa?

    ResponderExcluir
  2. Olá Marcio, O documento que comprova a nossa origem, é bastante extenso e em inglês (língua universal ), tanto é que a foto não ficou legal, assim que conseguir uma forma de melhorar, posso compartilhar sim. Quanto a cidadania Italiana os documentos necessários são: 1) Ceridões de nascimentos, casamentos e óbitos dos pais, avós e bisavós. 2)Certidão negativa de naturalização do italiano. 3)Reconhecimento de firma das certidões em um cartório de notas. 4) Tradução de todos os documentos para o vernáculo(língua nativa)ou seja, para o Italiano. Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Oi Nestor eu sou um Alcara que ja fez muito trabalhos de arte.

    ResponderExcluir
  4. Olá João, tudo bem?
    É muito bom ver você por aqui. Conheço grande maioria de Alcará em que, um de seus ofícios é voltado para o campo das artes. Não é em vão que os Alcará em sua origem se desenvolveram tecendo lã, seda, linho, música...
    Abraço.

    ResponderExcluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.