Live is one

Praticamente entramos na reta final do Jogos Olímpicos de Londres 2012. Gostei muito do lema dessas Olimpíadas: "Live is one" (Viva como se fosse o único).
O que dizer de nossa delegação composta por 259 atletas, sendo  136 homens e 123 mulheres? Atletas treinados e de alta performance. Será que eles entenderam o verdadeiro espírito olímpico, "Live is one"? Será que eles vestiram a camiseta, Brasil? Nesse exato momento em que escrevo este post, estamos com 02 medalhas de ouro, 01 mísero prata e 05 patacas de bronze,  ocupando a 22º colocação. Alguma coisa está errado! Há muito atleta pra pouca medalha.
Aplauso à delegação e ao povo Chinês.  Até então, 34 ouros, 20 pratas, 17 bronzes e 1º lugar. Certamente entenderam e vivem o lema desses Jogos Olímpicos.

Aproveitando o desenrolar das olimpíadas, o espírito de competição sempre esteve presente em nossas vidas e nunca se falou tanto, como nos dias atuais. Já repararam como vivemos competindo? Nossa vida começou competindo com milhões de outros espermatozóides, na infância, a competição é em ser o melhor filho(a), na escola, é tirar as melhores notas, na adolescência a competição é encontrar a melhor namorada (o), o melhor emprego. A vida parece uma infernal competição. Nas empresas, é o patrão que quer ser sempre melhor que o funcionário; na política o partido de tal é melhor que o partido de fulano de tal, em casa o marido quer ser sempre melhor que a mulher, pai disputando contra filho, irmãos contra irmãos, amigos tentando provar que é melhor que o outro. É assim no escritório, em casa, no clube... há necessidade disso tudo?

Nas olimpíadas da vida, o importante é somar forças e não competir um contra o outro. As pessoas parecem verdadeiros inimigos, rivais disputando espaços nas ruas e dentro de suas próprias casas. "Live is one", mas viva e vença com classe e, preferencialmente em equipe.

10 comentários:

  1. Maravilha tua conclusão e há quem viva apenas pra competir ,o tempo todo, esquecendo de somar... abraços,chica

    ResponderExcluir
  2. Oi chica,
    Quando se vive apenas para competir e não para somar, acaba-se não vivendo para as coisas simples da vida.

    Obrigado por sua opinião.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. A vida é uma competição diária! Acontece que nem todos dão tudo de si, talvez porque muitos tem tudo tão facil, outros não sabem dar valor, outros reclamam demais.

    Gostei muito de sua crítica!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem colocada sua opinião, Sissym. Empenhar-se em uma competição é fundamental para obter a vitória. Há que se preparar, não adianta você querer encarar um vestibular e não estudar, nem sempre a sorte ajuda.
      Sempre é mais fácil lamentar, encontrar desculpas depois de uma derrota.

      Abraços.

      Excluir
  4. Oi, Nestor. Sinceramente acho essa competitividade chata e cansativa. Penso que cada um tem seu lugar no mundo, e que há lugar para todos. De que vale o preço de uma conquista, se for conquistada às custas da derrota do outro? Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bia,
      Acredito que sim, todos querem e merecem um lugar ao sol. A competição é salutar quando temos metas claras e respeito por nós e pelo que é do outro.

      Obrigado por sua opinião.
      Abraço.

      Excluir
  5. Ei Nestor...

    Bela e conclusiva crítica,,,

    Na verdade toda competição faz com o que o ser humano perca um pouco de si,em busca do nada...a melhor conquista é aquela que não seja preciso sugar o outro e tirar dele lágrimas...mas apenas tomarmos daquilo que realmente nos pertence...

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como vai Cecília?
      Toda a conquista, cuja base é fundamentada na exploração de outros, no fundo, há gosto de derrota.

      Obrigado pela presença.

      Excluir
  6. Sobre as Olimpíadas, eu sinceramente acho que o Brasil ainda chega longe com a absoluta falta de apoio para os atletas. Salvo os esportes mais populares, feito futebol, vôlei, ou os individuais para quem tem grana, feito a vela do Robert Scheidt, o resto todo é um completo abandono. Vergonhoso pra um país do nosso tamanho geográfico, mas enfim, se trata de Brasil.

    Beijo, Nestor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milena,
      Tenho que concordar contigo, com tanta corrupção e esbanjamento de dinheiro público, realmente é vergonhoso para o Brasil não investir mais em modalidades esportivas. Um país que sediará a Copa do Mundo, deveria figurar entre os três primeiros colocados.
      Vamos acreditar que as coisa irão mudar.

      Obrigado por sua opinião.
      Abraços.

      Excluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.