Como vai sua vida?

Olá, como vai você?
Tenho certeza e se você permitir, seu dia e seu final de semana serão maravilhosos.
Muitas vezes temos mania de complicar coisas simples ou de uma simples coisa gerar um grande problema. 
As vezes agimos como crianças mimadas, tornamo-nos vítimas de tudo o que acontece. Levamos nossas dores e frustrações ao extremo, dramatizamos demais, tudo é levado ao cubo, cada dor, cada ofensa, cada contrariedade e por isso, não conseguimos relaxar, perdoar e ser feliz. Enquanto isso, naturalmente, a vida vai passando.
Com um pouco de coragem e algumas atitudes, você pode mudar tudo para melhor. Fica aqui algumas sugestões: 

Siga sempre o seu coração. Para onde ele for, seu sangue, suas veias e seus olhos também irão. Aproveite bem cada cômodo de sua casa, mas não deixe de visitar um amigo, conhecer novos lugares e por que não outros países? Experimente coisas novas, uma comida diferente, e que tal mudar o corte e a cor de seus cabelos? Não corra o risco de envelhecer dizendo: "Ah, se eu tivesse feito..."
Tenha poucos e bons amigos, e cultive-os, eles são a natureza ao nosso favor e uma das formas mais raras de amor. Tenha filhos. E seria muito pedir um pequeno  jardim?
Nunca esqueça de tomar conta sempre da sua reputação, ela é um bem inestimável.  Porque assim, as pessoas comentam, reparam, e se você der chance elas inventam também detalhes desnecessários.
Se for casar, faça por amor e ame pra valer. Não faça por segurança, carinho ou status. Outra coisa, esqueça as opiniões alheias, no quesito paixão quem diz a verdade é o seu nariz. Acredite em seu olfato e desconfie mais da visão.
Por fim, faça de seu computador, de seu fogão, do pente, da caneta, do papel e do armário, seus instrumentos de criação. Leia, pinte, desenhe, escreva. Tenha uma vida rica de vida.
Entenda que o tempo é um paciente professor que sempre nos faz crescer, mas a escolha entre ser uma grande pessoa ou uma pessoa grande, depende de cada um de nós.

2 comentários:

  1. Já estou parecendo sem criatividade quando digo que adorei seu texto. Você me passar a impressão de uma sabedoria fresca, leve, fala de muitas coisas que estou precisando viver. Infelizmente às vezes as coisas parecem meio turvas aos meus olhos mas estou trabalhando para dissipar a neblina. Exatamente como disse, é como tem que ser, senão passamos pela vida, não a vivemos. Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Oi Bia!!!
    A verdade é que nossa vida precisa ser desafiada para poder evoluir. Por isso, 'as coisas que às vezes parecem meio turvas", são oportunidades batendo a nossa porta. E não há nada melhor do que bater no peito, dissipar a neblina e com orgulho despertar para a vida.
    Saiba que você é muito criativa e uma grande guerreira.
    Obrigado por seu comentário.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.