Na contramão

Orquidário pessoal
Ultimamente venho andando mais na contramão do que recomenda o senso comum. Explico: Os noticiários dão conta de que o mundo todo pode estar sendo espionado pelos Estados Unidos, inclusive, até  o papa Francisco não escapou da curiosidade alheia.  As manifestações de ruas, legítimas ou criminosas continuam aflorando. Jogador de futebol brasileiro, escolhe jogar a copa do mundo pela seleção espanhola. A corrupção, a desonestidade, a falta de vergonha na cara, continuam no meio político e em tantos outros segmentos... Puxa vida, tanta coisa acontecendo, e eu aqui tranquilo, cuidando de minhas orquídeas e das pessoas que amo! Não estou sendo egoísta demais?
Sei que há pessoas passando por pesadelos, frustrações, pressões no trabalho, nos estudos, nos relacionamentos, decepções e que muitos sonhos estão sendo desfeitos.

Meu Lorenzo pronto para festa fantasia
Ninguém está imune, diante da avalanche de problemas que nos é colocado no nosso dia-a-dia. O fato de eu estar andando na contramão, significa que não acredito em tudo o que vejo, leio ou que me dizem. Eu simplesmente coloquei alguns filtros em minha vida. O que for bom será assimilado, o restante, rapidamente  descartado. Esses filtros são o que me mantém em equilíbrio e me proporcionam paz interior. Essa paz é o que me mantém voltado para o meu bem estar e das pessoas que amo e que estão próximas de mim. Não me culpo e nem me sinto responsável pela paz mundial, mas sim, responsável pelo bem estar e paz de quem está ao meu lado. Acredito que a paz deva começar em cada ser, cada lar e depois espalhar-se aos quatro cantos. Penso que uma pessoa que diz não ter paz é porque não tem amor próprio. Ninguém tem o dirito de invadir a paz de ninguém, a não ser que se permita. Tempestades sempre virão e existirão. Portanto, ande na contramão, acredite em você, valorize-se, use filtros. Você é o único responsável por sua paz, seu bem estar e sua felicidade. Estando feliz, os outros seguirão o seu exemplo.
Abraços.

8 comentários:

  1. Mesmo parecendo estar na contramão, temos que buscar nossa paz. Lindo teu filhinho!Um amor! Estou bem perto de BGonçalves!Numa cidadezinha pacata, quero paz,sr!abraços,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi chica,
      A paz começa a ser conquistada a partir do momento em que tomamos a decisão de fazer a coisa certa. Aproveite bem sua estadia aqui pela região.
      Abraço.

      Excluir
  2. Olá Nestor,

    Linda a orquídea. O filhote é um fofo. Parabéns!
    Quanto ao texto, concordo plenamente com você. Não podemos mudar o mundo , mas podemos refletir nele a paz que existe em nós. Nossas atitudes sempre serão os maiores exemplos. E tudo começa em nós próprios e em nosso lar. Sem dúvida, os filtros nos ajudam a manter a serenidade diante deste mundo tão conturbado.

    Não sabia que jogador de futebol brasileiro escolheu jogar a copa do mundo pela seleção espanhola. Como é que que fiquei por fora desta notícia?-rsrs

    Grande abraço e excelente final de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Vera.

      O bem e o mal é inerente ao ser humano, e esse tem a liberdade de escolher por qual caminho trilhar. Infelizmente o mal é bem mais visto do que o bem. Há que se inverter essa realidade para que o mundo aspire um pouco mais de paz. Mas isso depende dos exemplos de cada ser.

      O jogador foi o Diego Costa. Conhecendo a história dele, eu faria a mesma escolha.
      Abraço.

      Excluir
  3. Coisa mais linda do mundo o seu Lorenzo... E olha, que egoísta, heim? Você nem está se importando com o Diego que deu as costas, literalmente? Eu achei massa. Palhaçada isso de achar que futebol tem a ver com patriotismo. Patriotismo de verdade é fazer o papel de cidadão, é cobrar a quem tem que fazer, é zelar pelo Brasil fora do Maracanã.
    Só acho.
    Cuide das suas orquídeas, meu caro. Elas valem bem mais o trabalho.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milene,

      Meu menino já está dando o que falar...
      A decisão do Diego Costa não agrega em nada e não vai tornar o Brasil mais patriota coisa nenhuma. Também acredito que ele fez a coisa certa, a intenção de Felipão, ao convocá-lo, seria de enfraquecer o ataque Espanhol e deixar o jogador no banco, assim como fez outras vezes em amistosos. Foi uma decisão inteligente, e torço que se dê bem defendendo a seleção por quem tenha optado.
      Abraço.

      Excluir
  4. Oi, Nestor!
    Me dei conta do quanto a enxurrada de informações lamentáveis podem interferir em nosso dia a dia lendo o livro "Não leve a vida tão a´serio". Lá dizia que, se você não puder fazer nada para mudar aquela realidade, de que adianta se alimentar de atrocidades?
    Isso não quer dizer que devemos ficar na ignorância, mas sim que esse não deve ser nosso foco, mas as pessoas que amamos e que realmente importam, inclusive nós mesmos.
    Seu Lorenzo está adorável na imagem. :D Tem coisa melhor? Flores, fantasias, pessoas que amamos...
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Oi Bia,
    O olhar sempre deve estar voltado para nós, nosso ciclo de pessoas queridas, e depois ao próximo que necessitar. Precisamos estar bem para poder ajudar quem precisa. Saber filtrar o que se quer ver, ler e ouvir é fundamental para o nosso equilíbrio.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.