A sabedoria do saber

Para cada uma de suas criaturas, a fim de que se desenvolva e seja feliz, o Criador carinhosamente providenciou inúmeras habilidades. 
O não estar bem, a inquietude, sensação de vazio, significam a não exploração na totalidade de suas habilidades. O que anda fazendo com os talentos que há em suas mãos?
Alguns têm o dom da oratória, outros de cantar, de tocar um instrumento musical, de criar projetos maravilhosos, de fazer rir, de ensinar, de cozinhar...
É muito bom saber alguma coisa. No entanto, o que realmente importa é o que você faz com o que sabe. É importante ter algumas experiências de vida. Mais importante ainda é usar suas habilidades de maneira significativa.

Há pessoas que sabem muito, mas não sabem aproveitar a sabedoria que vem de seu próprio saber.
Não basta saber, não basta falar sobre o que você vai fazer. É preciso levantar-se, passo a passo e fazer o que você se dispôs a fazer.
Prepare-se, aprenda, treine, planeja e em seguida faça acontecer. A vida está aqui para ser vivida e experimentada. Portanto, use com sabedoria todos os seus talentos e transforme a vida mais rica, produtiva, sentida e vivida.

Forte abraço!


10 comentários:

  1. Lindo recado ,conselho e mensagem! abraços praianos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi chica, aproveite bem esse marzão de Deus.
      Bom descanso.
      Abraços.

      Excluir
  2. Nestor,

    Tem pessoas que possuem grande conhecimento, mas nao conseguem transmitir. O saber fica limitado por não ser passado adiante. Ensinar, por exemplo, é uma arte maravilhosa e poderosa. Feliz quem sabe e sabe compartilhar.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem Sissym?
      É incrível, na medida em que vamos compartilhando conhecimentos, outros horizontes vão se abrindo. É uma troca solidária, você ensina, mas acaba sempre aprendendo algo novo.
      Abração.

      Excluir
  3. Oi Nestor,que bom receber sua visita...
    Amigovoc^`e usa de seu talento e escreves muito bem.Amo ler suas mensagens...
    Fiquei um tempo afastada mas voltando....
    Beijos de luz a você e sua familia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, fico feliz por você gostar do tipo de escrita que aqui compartilho. Muito obrigado.
      Vez em quando, a vida requer algumas pausas, compreendo e isso é normal do ser humano.
      Sempre quando der, apareça.
      Abraços.

      Excluir

  4. Olá Nestor,

    Querendo ou não teremos que prestar contas a Deus do que fizemos com os talentos que recebemos. Não basta, pois, acumular conhecimentos ou sabedoria. É preciso que estes sejam colocados em prática e passados adiante para o aprendizado e o bem estar do próximo.

    Muito importantes as suas considerações.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vera, como você está?

      Acredito eu, que a única coisa que Deus pedirá a nós, na hora de prestarmos contas, independentemente de religião ou credo, será: O que fizeste de bom ao seu semelhante?

      Todo o saber sem ação, é nulo por si só.
      Abraços.

      Excluir
  5. Nestor, querido amigo! Se eu tivesse vindo aqui antes, indicaria seu texto como leitura complementar, casa muito bem com o que escrevi esses dias.
    Sabe, não sei se acontece com você. Acho que você escreve sobre o que vive, experimenta...eu escrevo muitas vezes sobre o que eu sei, mas nem sempre sobre o que eu coloco em prática. Escrever é como se lendo eu consiga ter a noção do que eu preciso fazer, não sei se me entende. Como se uma outra pessoa me dissesse o que fazer...
    Digo isso porque me identifiquei com seu texto e sobretudo onde diz que temos habilidades mas nem sempre as utilizamos. Sei das minhas habilidades, sei que são suficientes para que eu seja plenamente feliz...mas preciso lutar diariamente contra minhas fraquezas para que elas não me impeçam de utilizá-las.
    Um abraço, ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Bia, com vão as coisas por aí?
      Geralmente escrevo sobre o que vivo, percebo e sinto. Independentemente de fase em que se encontra, acho maravilhoso escrever sobre a vida. Considero ela o bem mais precioso que tenho em minhas mãos.
      Entendo você perfeitamente, Bia, és uma mulher fantástica envolvida em um turbilhão de perguntas e respostas, isso é viver. Sei que você sabe muito, portanto escreva no papel e ao reler seus escritos, encontre as respostas que procuras. Retire a sabedoria do seu próprio saber.
      Linda semana pela frente!

      Excluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.