Desacelere

Ei!!! Bom dia! Aonde vai com tanta pressa?

Pois é amigos, leitores, dezembro chegou. Parece que ontem era janeiro. Na verdade estamos no final de mais um ano, e para variar numa correria alucinada atrás de metas e presentes.
Frente a essa correria, uma reflexão faz-se necessário. Algumas pessoas andam tão depressa que não conseguem enxergar o que se passa ao seu lado. Empresários correndo atras de metas e clientes novos, esquecem de enxergar seus funcionários e clientes já conquistados. Pais que correm tanto para ganhar dinheiro, não percebem que seus filhos estão crescendo, esquecem de acompanhá-los e de educá-los. Alguns pais não tem tempo de visitar seus filhos. A correria não permite que filhos visitem, passeiem ou escutem seus pais. Isso é muito ruim para nossas vidas.

É preciso desacelerar um pouco. Ter um pouco mais de tempo para nós mesmos, para as pessoas que amamos e para nossa própria saúde. O pensador Dalai Lama tem uma frase a respeito disto que acho fantástica: " Acho estranho que as pessoas gastam a saúde para ganhar dinheiro e depois que ganham, gastam o dinheiro para recuperar a saúde".
A gente corre tanto que não enxergamos a beleza das flores, do pôr do sol, da nossa família, dos amigos, de rezar, de agradecer a Deus o autor da vida e da felicidade que sempre está tão perto de nós, mas a correria não nos permite ver e sentir a tudo isso.
Vá desacelerando aos poucos e sentindo o prazer da beleza que é viver. Não espere o pior acontecer, muita gente só pára quando acontece uma desgraça, uma doença grave, um acidente de automóvel, uma separação, a morte de alguém próximo... E não adianta culpar a Deus que Ele não tem nada a ver com sua correria desenfreada.

Neste final de ano, deixe a correria para o pessoal da fórmula 1. As coisas que buscamos fora estão todas perto de nós, só precisamos percebê-las.
Aproveitem bem seu final de semana!

20 comentários:

  1. Belo e sábio conselho. Correr só nos estressa mais! abração, lindo e iluminado DEZEMBRO! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podemos até correr um pouquinho, chica, mas é preciso perceber e sentir aonde se está pisando e enxergar as belas paisagens durante a corrida.
      Linda semana pela frente.
      Abraços.

      Excluir
  2. Muito boas palavras, Nestor. Embora eu já me ache desacelerada demais, precisava fazer um pouco ao contrário, sabe? Precisava colocar em prática um monte de coisa que tenho planejada e não dei sequer um passo.

    Mas você tem razão quando fala que essa urgência desenfreada de certa forma cega as pessoas para o que é mesmo importante. E eu temo que isso não retroceda e um dia não sejamos capazes de dar sequer um bom dia uns aos outros.

    Tomara que não.

    Abraços, Nestor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milene,
      Sabe que pessoas desaceleradas têm mais chances de acertarem na vida, são mais cautelosas. Porém, quando pegam no "tranco" ninguém mais segura.
      Talvez falte um faísca para desencadear o potencial que há em você.
      Abração.

      Excluir
  3. É, Nestor, sempre me policio para pensar dessa forma. Vamos vivendo as pressões do dia a dia e esquecemos o quanto de vida temos ainda para viver. Eu não gostaria de imaginar que dependeria de uma doença para abrir meus olhos. Procuro viver bons momentos ao lado das pessoas que amo para que não hajam arrependimentos depois da partida. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Correria, pressão, cobrança por resultados... tudo isso faz parte de nosso mundo real. Mas acredito que podemos conciliar com momentos de paz e reflexão. A vida além de correr, necessita de pausas.
      Abraços.

      Excluir
  4. Oi Nestor

    Que bom conselho! Desacelerar!

    Jogamos fora nosso tempo, nos cegamos para o que importa e perdemos, perdemos todo o tempo que tentamos ganhar, mas ainda há tempo, sempre é tempo de melhorar, de refazer e mudar o rumo do nosso olhar.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Van,
      Tempo sempre existirá. O que deixará de existir, um dia, somos nós e as pessoas que amamos. Daí a importância de desacelerar e aproveitar mais o que realmente importa.
      Abraços.

      Excluir
  5. Bem sensato conselho para os dias de hoje, onde fazemos tudo na velocidade da LUZ...
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Malu,
      As vezes queremos imitar a velocidade da luz e levamos um tremendo choque.
      Abraços

      Excluir
  6. Olá Nestor,

    Eu tenho um amigo que sempre que me ve ou fala comigo pergunta se já fiz a meditação que recomendou!

    Eu ando a mil por hora e sei o quanto seria importante aprender a relaxar e silenciar a mente, nem que fosse por apenas 15 minutos.

    Estamos todos assim, não é mesmo?! correndo demais.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Sissym, principalmente nessa época de final de ano, parece que temos que fazer o resultado do ano todo em apenas alguns dias.
      O que nos falta as vezes, é um planejamento adequado.
      Abraços.

      Excluir
  7. Oie..
    Boa noite!!
    Quero lhe convidar para você participar do meu blog...
    http://pedacodeumalma.blogspot.com.br/

    Mudei de endereço, adoraria te encontrar por lá.
    Estarei sempre por aqui...
    Bjs e flores.
    Fica com Deus
    Cássia Sampaio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cássia,
      Obrigado pela presença e convite. Irei visitar seu pedaço de alma.
      Abraços.

      Excluir
  8. OI NESTOR!
    ESTA FRASE DO "DALAI LAMA" É DE UMA VERDADE ATROZ, PORQUE SÓ PARAMOS MESMO QUANDO A SAÚDE NOS COBRA, DAÍ, OS FILHOS JÁ CRESCERAM E MUITOS PAIS QUEREM RECEBER DELES O QUE NÃO DERAM, O AMOR, PODEM RECEBER O RESTO, MAS, ESTE SENTIMENTO TEM DE SER CULTIVADO PARA DAR FRUTOS...

    TEU TEXTO ESTÁ MUITO INTERESSANTE.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Zilani, como vai?
      Aprender a conciliar a vida profissional com a vida pessoal/familiar/amigos, é fundamental para mantê-la em equilíbrio.
      Conheço algumas pessoas com muito dinheiro, porém, vivendo uma vida medíocre.
      Abração.

      Excluir

  9. Olá Nestor,

    É verdade. Abrimos mão de muita coisa importante em prol de compromissos profissionais e outros nem tão urgentes. O tempo não espera, nós é que precisamos equacioná-lo de acordo om a nossas prioridades. E existe prioridade maior do que viver? Qualidade de vida tem a ver com aproveitar cada momento de lazer com aquilo que nos faz bem e com quem amamos. Trabalhar é necessário, mas viver em função do trabalho ou de outras ocupações em detrimento de pequenas felicidades é candidatar-se a passar pela vida sem viver.
    Desacelerar é preciso. A correria do final de ano é sempre sufocante, pelo menos para mim.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Oi Vera,
    Acorreria de fim de ano atinge todo mundo. É empresas e funcionários atrás de metas, é estudante atrás de nota, é crianças atrás de presentes...
    Que nossas correrias sejam em prol de algo que nos façam viver melhores e felizes.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  11. É incrível como deixamos as coisas mais importantes de nossas vidas passarem despercebidas aos nossos olhos na pressa da vida moderna. "esquecemos de ser feliz"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ygor, tudo bem?
      Correr demais faz com que pulamos etapas importantes de nossa vida. É preciso evoluir, é preciso acompanhar os avanços da vida moderna, mas, acima de tudo, precisamos de momentos felizes.

      Grato por sua opinião.

      Excluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.