Raridades

Entre um professor de ensino básico e um jogador de futebol profissional, quem é o mais importante para a sociedade? Tempo! Tic tac, tic tac, tic tac. Claro que você pensou, e é o professor o mais importante. Quem dos dois ganha mais? Por que o jogador de futebol tem que ganhar mais do que um professor?
A resposta é simples, e a culpa é da dita lei da oferta e procura. Há muito menos jogadores profissionais do que professores, por isso são tão caros e poucos contribuem para uma sociedade mais justa. Na lei da oferta e procura, quanto mais raro for o talento, melhor será sua remuneração.
Sei que muitos de meus leitores têm uma profissão e cargos importantes, mas para a carreira de qualquer pessoa, a raridade é muito mais valiosa, sempre haverá demanda para quem é diferenciado. Um jogador de futebol é importante até que jogue bem, um  profissional é importante dentro de uma empresa, até o momento em que perde seu cargo para uma raridade.

Mas, afinal, o que é uma pessoa rara? Uma pessoa é rara, quando se destaca dos demais, quando coloca superioridade em tudo o que faz, e de forma consistente, independentemente da empresa em que estiver ou do serviço que está prestando. Se destaca de muitas pessoas e profissionais que fazem o mínimo necessário, e às vezes nem isso.
Pessoas raras entregam mais do que se espera, valem por aquilo que entregam e não por aquilo que dizem, prometem ou aparentam ser.
Se quiser aumentar o valor de seu passe, use toda sua capacidade, seu talento e ofereça além do combinado. Agindo desta forma, com o passar dos anos, além de raro e valioso, se você quiser, também ficará importante.

Em nossa vida pessoal, também devemos ser raros. É gratificante dialogar com pessoas lapidadas, de alma leve e que enxergam além das entrelinhas. 
Bom feriado!

10 comentários:

  1. Lindo texto e é tão legal quando encontramos nos nossos caminhos gente que sabe ver, tem um olhar que tudo abrange... Lindo feriadão!abraços,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi chica,
      Os diamantes ofuscam a visão de qualquer um. Só não enxerga quem não quer ver.
      Obrigado pelo seu brilho, aqui no blog.
      Abraços.

      Excluir
  2. Bela reflexão, Nestor. Bom mesmo é cada um se dedicar ao máximo no que se propõe a fazer, aí acaba se tornando uma raridade, fator determinante no bom andamento das coisas.

    Bom feriado.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Milene!
      Mais do que o máximo, é preciso ser e fazer diferente dos demais. Pessoas de talentos raros, além de serem importantes, faturam uma grana legal.
      Abração.

      Excluir
  3. Ei Nestor...

    Que interessante, postei uma frase esta semana em meu face que me sinto como uma pedra bruta , em total estado de lapidação, mas pretendo me tornar um diamante perfeito e cheio de brilho , fazendo a diferença e seu texto só confirma meu pensamento com muita riqueza...

    Abraços e bom Findi pra você

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cecília,
      Mesmo sentindo-se uma pedra em estado bruto, considero-lhe uma joia rara.
      Lapidar-se é evoluir e consequentemente tornar-se mais valioso.

      Muito mais brilho a você!

      Excluir
  4. Oi, Nestor, como vai? Uma vez discuti (saudavelmente) com um professor de educação física que trabalhava comigo em uma instituição sobre o salário absurdo dos profissionais do futebol em relação ao salário de outros profissionais mais atuantes na sociedade. A questão é que esses profissionais, com o marketing de produtos esportivos, movimentam muito mais o sistema financeiro, o que os valoriza bastante. Fiquei indignada com a injustiça, hahaha.
    Mas reconheço que na minha modesta e importante profissão de professora, não movimento o sistema financeiro, mas ensino matemática, o que faz toda a diferença.
    Sei que seu objetivo com o texto é outro, só quis fazer um à parte...mas penso que em breve os professores serão valorizados, uma vez que hoje em dias são raras pessoas que procuram essa profissão, justamente por desvalorização e más condições de trabalho. Então, acontecerá o que colocou aqui e que estudei em dois anos de uma faculdade trancada de Ciências Contábeis: a famosa lei da oferta e da procura.
    Quanto às pessoas, que cada dia mais pessoas dediquem-se a se lapidar vida afora.
    Um abraço, ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Bia, tudo ótimo, segunda-feira chuvosa aqui na Serra.
      Professora de matemática!? Pelos seus textos, juro que pensava que fosse professora de língua portuguesa, literatura ou língua estrangeira.

      Acredito que enquanto não mudarmos essa cultura de que o dinheiro é mais importante que o talento, a tendência em relação a educação seja ir "empurrando com a barriga".
      Na atual conjuntura, investir em educação, talentos é uma ameaça aos "velhos e podres" detentores do poder e da máquina pública. Uma massa não pensante, é fácil de se manipular.

      Parabéns pela coragem de ser professora, frente a um desafio tão grande.
      Abraços e linda semana pela frente!

      Excluir
  5. Olá Nestor como vai? :)

    Concordo contigo quando diz que pessoas raras se entregam mais, se dedicam mais e procuram sempre a excelência no que fazem e por isso acabam se destacando dos demais e sempre surpreendendo. Às vezes levamos a vida e nossas atividades "nas coxas" fazendo tudo de qualquer jeito, sem buscar melhorias... É bom parar para refletir e tentar dar mais brilho ao que fazemos. Fazer com paixão, com vontade de melhorar, com garra. É difícil encontrar pessoas raras, mas sempre noto que elas tem um brilho, uma vivacidade diferente o que é cativante e valoroso :)
    Todos os dias procuro me policiar para não cair no comodismo e tentar fazer as coisas de uma forma especial :) Não é fácil, mas vale a pena. Tanto para sermos valorizados quanto para satisfação pessoal :)

    Grande abraçoooo e que sua semana seja ótima :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, bom dia Samanta, por aqui tudo maravilha.

      Há dias em que os desafios se agigantam e nem sempre estamos cem por cento ou a todo o vapor. É neurose querer ser sempre destaque, mas quando se pode fazer aquele algo a mais, é a oportunidade que se tem para brilhar naquele momento.

      Acredite, você é uma pessoa valiosa!
      Abração e ótima semana pela frente.

      Excluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.