De filho pra pai

Não há o que dizer, não há o que explicar. Há que sentir, há que viver.
Em 1983 meu papai partiu, e de forma precoce. As vontades de Deus, às vezes é imprevisível e um tanto quanto incompreensíveis. Na ocasião eu era um moleque igual a tantos outros da minha idade, descobrindo o mundo e aprendendo as oscilações da vida.
Engraçado meu velho, a imagem de você nunca se apagou da minha memória. Lembro que você trabalhava bastante e por isso, nunca nos faltou o pão na mesa. Lembro da sua fé, sua luta, sua causa, sua generosidade, às vezes brincalhão, às vezes silencioso e pensativo. Lembra da minha alegria quando o senhor chegava da venda com um punhado de caramelos em suas mãos? Quando me pegava no colo, me contava histórias? Não sei se o senhor  se recorda, mas me lembro bem quando levei a sua primeira bronca. 
Eu devia aprontar bastante né papai? 

Hoje eu sou um homem feito papai e devo muito a você.  Não se preocupe comigo, eu estou bem. É que domingo é dia dos pais, e principalmente neste dia eu sinto mais a sua falta. Eu queria poder te convidar pra almoçar lá em casa, te dar um abraço, passar o dia contigo, perguntar quantas vezes eu tirei o seu sono, se você cantava canções de ninar, o que sentiu quando me pegou no colo pela primeira vez, quando pronunciei as primeiras palavras, sabe, colocar nossas prosas em dia, essas coisas de filho pra pai. Por que partistes tão cedo cara?
Meu querido velho, esteja o senhor onde quer que esteja, saiba que tenho orgulho de ser seu filho. Gratidão eterna papai.

Amigos, neste dia dos pais, não se preocupem muito com presentes. Dê -lhe um forte abraço, ele ficará bem mais contente. Aproveitem seus pais, porque eu não tenho mais o meu para poder abraçar.

14 comentários:

  1. Olá Nestor, como vai ?

    Que belíssima homenagem para seu pai, muito emocionante e sincera :)
    Concordo contigo, o melhor presente é aproveitar os momentos juntos, demonstrar o amor que sentimos, estarmos próximos e viver plenamente esta relação para que no futuro, quando não mais tivermos esta oportunidade, tenhamos no coração boas lembranças para recordar :)
    Infelizmente meu pai apesar de vivo, escolheu não mais ter contato comigo desde os meus 8 anos, foi-se embora com outra mulher e abandonou os filhos. Nas tentativas de contato que fiz, não fui bem recebida... Hoje parabenizo neste dia minha mãe, que todos estes anos foi meu pai-mãe rsrs portanto reforço sua sugestão de que o importante são os laços, o amor e a proximidade. A vida é tão curta para abrirmos mão destas vivências tão ricas e significativas, não é mesmo :)
    Embora seja um dia triste para você pelo fato de que seu pai partiu, é um dia feliz porque tem lembranças bonitas e a certeza do amor que ele sentiu e sente , onde estiver, por você :)

    Um abraçãoooo e que seu fim de semana seja maravilhoso :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Samanta, tudo ótimo e obrigado por abrilhantar com sua presença e participação.

      Puxa, não deve ser nada fácil ter um pai vivo e ao mesmo tempo distante. Que bom que sua mãe segurou as pontas.
      Nem sempre conseguimos entender as ações e reações de um pai, mas acredito que ele nunca esquece de seus filhos. Talvez por medo, por orgulho, por vergonha do que fez, ele prefere ficar distante. Nuca feche as portas a seu pai. Um dia ele pode vir lhe procurar.

      Bom final de semana!

      Excluir
  2. Pai, uma metáfora tão necessária.
    Que bela declaração de AFETO.
    Meu carinho e afeto para este espaço tão belo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Malu,
      Pai é um turbilhão de metáforas, na vida de cada filho.

      Abraços.

      Excluir
  3. Linda e emocionante homenagem...Feliz dias dos pais por aí! abraços,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá chica,
      Falar de pai não tem como não se emocionar né? Pai é pai e pronto!
      Obrigado pelas felicitações.

      Ótimo fim de semana!

      Excluir
  4. Nestor, o meu pai partiu em 1995 e tenho TANTA saudades e tantas boas lembranças. Eu ainda recordo do timbre de voz, como se tivesse conversado com ele ontem. Não gosto muito de pensar, porque fico perplexa como o tempo voa... existe apenas a distancia fisica, emocional não.

    Adorei seu texto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Sissym,
    Infelizmente temos que aprender a lidar com os ciclos da vida.

    Acredito que a gente herda muito de nossos pais, e isso faz com que não nos esqueçamos das boas lembranças e traços de nossos genitores.

    Lindo final de semana!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Nestor. Tenho a graça de ter pai vivo e tento sempre aproveitar as datas por perto, porque não sei o que é viver sem os pais mas sei que a partida é inevitável. Há dois anos, em uma conversa, o perdoei por seus erros do passado, ele me perdoou, e isso traz o conforto de saber que se ele partir, ficaremos em paz um com o outro. UM abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bia,
      Que bom que tens seus pais vivos, mantenha-os sempre por perto.

      Os pais, na tentativa de nos ajudar, às vezes cometem erros, compreender, dialogar, perdoar sempre é a melhor saída e evita arrependimentos futuros.

      Bom início de semana!

      Excluir
  7. Olá Nestor

    Seu texto emocionou-me!

    A força do amor e do legado que um pai deixa a um filho não se mede pelo tempo de convívio e não se apaga com a distancia.

    O meu vive em mim.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Van, como vai?
      Acredito também que o amor, o legado que um pai passa para seu filho não possa ser medido por nenhum instrumento. Trata-se de caráter, exemplos, conduta de vida, DNA, e isso o tempo não mede e nem apaga.

      Abraços, ótimo início de semana.

      Excluir
  8. Olá Nestor
    A vida é breve e devemos aproveitar os momentos com a nossa família o máximo possível. Tenho um excelente pai, agradeço a Deus pela vida dele. Que o Senhor console os corações das pessoas que já perderam os seus pais. Um dia de vitórias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lucinalva, que bom que esteja aqui! Sinta-se acolhida por todos nos.

      Momentos em famílias fazem bem à alma e fortalece laços. Feliz de quem consegue perceber e vivenciar essa relação.

      Obrigado pela presença e opinião.
      Abraços.

      Excluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.