Rio+ 20

"Nós temos uma década para agir antes que o custo econômico de soluções hoje viáveis tornem-se muito altos. Sem ação, corremos o risco de mudanças catastróficas e talvez irreversíveis no sistema que dá suporte à vida. Nosso principal objetivo deve ser o de assumir a responsabilidade planetária, em vez de colocar em perigo o bem-estar das gerações futuras".

Elinor Ostrom, Nobel de Economia, vítima de câncer em 12 de junho aos 78 anos, sobre a Rio+ 20.


video


Tenho medo que representantes mundiais não queiram enxergar para além de seus umbigos e queiram engavetar soluções de sustentabilidade e equilíbrio, usando para isso seu poder aquisitivo.
Mas do que dinheiro e promessas, para o bem da Mãe Terra e das futuras gerações, precisamos de ação urgente e concreta.

Ando um tanto preocupado com os rumores e desenrolar da Rio+ 20.

Você pode participar da maior conversa sobre o futuro.
http://www.ofuturoquenosqueremos.org.br/
Abraços.

12 comentários:

  1. Todos nós estamos com receio que fiquem apenas nos planos e nada de ações efetivas! abraços,lindo fds!chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi chica,
      Todos nós temos uma parcela a contribuir para o bem de todos, diminuindo o tempo no chuveiro, abrir a janela a ligar uma lâmpada, selecionar melhor nosso lixo... e difundir essas idéias.

      Infelizmente representantes de países poluentes, governados por Barack Obama e a chanceler alemã Angela Merkel, não estão presentes na conferência, talvez sejam anjos ou seres superiores, imunes a qualquer futura desgraça.
      Será lamentável se ações efetivas ficarem apenas no papel.

      Forte abraço!

      Excluir
  2. Penso da seguinte maneira,meu amigo - o homem destrói tudo depois tenta sair correndo atrás do prejuízo... Um grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Malu,
      O problema é que continuamos destruindo em nome do enriquecimento de alguns. Já estamos pagando caro por essa destruição especulativa, basta observar a poluição no ar, nos rios, mudanças climáticas... Se os conferencistas, que dizem ser homens que pensam, não tomarem nenhuma decisão concreta, acredito que seja tarde demais.
      É triste mas é a realidade nua e crua.

      Bom fim de semana e forte abraço.

      Excluir
  3. Ah, eu não tenho dúvida nenhuma que os representantes mundiais mostrarão interesse soluções de sustentabilidade até a página 3. O que realmente interessa para as grandes potências são os resultados imediatos, popularidade, enriquecimento de suas nações, enfim, pouquíssima preocupaçao de como isso irá acontecer.

    E nós?
    Eu não sei.

    Boa noite.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milene,
      Será muito triste, se sua previsão se confirmar.
      Popularidade, enriquecimento, resultados imediatos, não significam vida com dignidade para todos.

      E nós?
      A pergunta que as Nações Unidas fazem à sociedade civil é: "Se você pudesse construir o futuro, o que você gostaria de fazer?"
      São tantas coisas que gostaríamos de fazer, não é mesmo? Algumas conseguimos, outras dependem das decisões que nossos representantes tomarão.
      Cabe a nós fazer a nossa parte, o que está ao nosso alcance e difundir essa ideia de desenvolvimento sustentável em sites e blogs onde participamos.

      Obrigado por sua contribuição e bom fim de semana!

      Excluir
  4. Nestor, tem algumas semanas atras que houve um projeto Rio Mais Verde. Grupos partiram para um trabalho em prol da limpeza de trechos da Lagoa de Marapendi. Havia muito lixo para ser retirado. O trabalho foi lindo, só que ele precisava se repetir semanas, semanas, sem fim... aquele foi um ato simbolico, que para a natureza pouco resolveu. Diariamente vejo tanto lixo nos manguezais que assusta.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sissym,
      Iniciativas como essa que você citou, se levadas a sério, são bem-vinda para o meio ambiente.

      Aqui na minha cidade também há um mutirão para limpeza de rios e arroios, porém acontece uma vez por ano, e por ocasião da semana do meio ambiente.
      Isso só não resolve, o ser humano produz e joga lixo no ambiente o ano todo e acha que resolve recolhendo uma vez por ano.

      Abraços e ótima semana!

      Excluir
  5. Oi, Nestor. O problema é que muitas vezes as soluções mexem com interesses econômicos e políticos, e são poucos os que estão dispostos a mudar isso. É uma pena, porque as situações se agravam e ficamos olhando de fora sem poder fazer muita coisa. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia,
      Tenho certeza que você está fazendo sua parte, isso já é bom. Se cada brasileiro se comprometer em fazer bem a sua parte, acredito que não há governante que permaneça na inércia ou na indiferença. Temos uma força transformadora por natureza, o que precisamos é tomar consciência da gravidade do problema.

      Abração e linda semana!

      Excluir
  6. Ei Nestor,

    Se colocarmos um copo embaixo de uma torneira pingando, é certo que em alguns minutos já teremos uma quantidade de água a matar um pouco da nossa sede, portanto é preferível esperamos mais de nós mesmos do que alguns planos escritos sem nenhum sucesso. Não sei, somos munidos de esperanças..:)

    Abraços e boa semana pra ti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cecília,
      Certamente, pequenas mudanças que fazem grande diferença ambiental, devem começar por cada um de nós.
      Projetos maiores como reflorestamentos de encostas, despoluição de rios, demarcação de terras, diminuição do CO2... soluções alternativas que envolvam muito dinheiro, precisamos do apoio e de planos concretos de nossos governantes.
      Vamos aguardar a redação final da carta e principalmente vamos cobrar que se cumpram o que for assinado.

      Boa semana, abraços.

      Excluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.