Pessoas e pessoas

Em nossa trajetória humana e por esse mundo terreno, sempre iremos encontrar pessoas que só fazem o bem e pessoas que só se realizam fazendo o mal. Diferenciar uma pessoa do bem e uma outra do mal, não é difícil. O problema é quando uma pessoa do mal se vende dizendo ser uma pessoa do bem e a gente acredita.
Exemplos de pessoas que se dizem fazer o bem e agem de má conduta, temos a escolher e em vários segmentos da sociedade. São políticos, pastores, empresários, padres, cidadões comum, médicos..., que em nome do bem, agem segundo seus interesses pessoais e particulares.
Por que será que tão pouco se ouve falar das pessoas que fazem o bem? Anjos do bem agem em silêncio, sem alarde e geralmente preferem ficar em anonimato. Penso que seja isso!

Inseridos junto a pessoas do bem e do mal, estamos nós. Cada um defendendo suas bandeiras. Sabemos que a vida é uma luta diária enquanto vida. A momentos em que mal nos livramos de uma batalha do bem contra o mal, e eis que outra se apresenta, é preciso buscar forças, não se sabe aonde, para poder superar mais um desafio e seguir em frente. Mas a gente sempre consegue, quando quer.
A natureza nos oferece belos exemplos de recomeço: Após uma queimada, novas plantas renascem. Após a seca, com as primeiras chuvas, campos se revestem de verde e flores com sua beleza, insistem em crescer em desertos áridos.
Assim também é a vida, é preciso recomeçar sempre!

6 comentários:

  1. Também acho que os exemplos de pessoas que fazem o bem, deveriam ser referidos mais vezes. Afinal, eles são uma inspiração para todos nós.

    É uma das coisas com as quais ainda tenho dificuldade de lidar, é com a maldade de algumas pessoas. Não sei se não têm consciência a atormentá-los, custa-me a compreender o porquê de agirem assim. É triste alguém não querer melhorar.

    E como sempre hão-de surgir pessoas destas, espero aprender formas para lidar com a situação e, sobretudo, ensinar a minha filha (a fazer o bem e a lidar com o mal que surgirá).

    Adorei o post! Muito profundo!

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Mafalda,
    Fico feliz que tenha gostado do post.
    Acredito que pessoas que fazem o mal, é porque não conseguem ser felizes por si mesmas. Acabam buscando a felicidade no prazer de humilhar outras pessoas, ficando dependente dessas situações para ter um pouco de bem estar. Esquecem que o bem e a felicidade estão dentro de cada um.
    Forte abraço.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Alcara. Sempre comento isso em casa, sobre pessoas más travestidas de boas, e que estão por toda a parte (inclusive em igrejas e ongs). Vemos tanto isso por perto que as forças diminuem e chegamos a pensar se não somos nós os errados.
    Então vem essa força transformadora que nos faz renascer e recomeçar, mais fortes e vigilantes. Gostei muito da reflexão, um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Oi Bia,
    Realmente precisamos conversar, seja com quem for, que nem todas as pessoas são de boa índole. É uma lástima não poder confiar em todas as pessoas!
    Que bom que tenha gostado do texto.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. E existe uma sabedoria que compartilho aqui e que ouvi de D. Madá, mãe da Malu: 'Deus faz e coloca junto!"
    Mais ou menos como semelhantes atraem semelhantes, uma maneira de se criar pólos de força para a vida evoluir (evoluir: mudar, transformar)Assim os bons se unem para construir. Os maus para destruir para que algo novo surja...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Olá Expedito,
    Obrigado por sua partilha, porém, gerou-me uma dúvida: Será que o bem necessita do mal para evoluir?
    Fica em aberto o questionamento.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.