Defesa x Ataque

O jargão popular sentencia que a melhor defesa é o ataque.
Será essa premissa aceita como verdade, em todos os fatos e acontecimentos da vida?
Em um ataque de fúria e verbal, (ninguém está imune a isso) qual será a melhor defesa? Contra-atacar com a mesma ou maior intensidade para ver onde isso vai parar ou aceitar o ataque? Qual é a melhor estratégia para expressar seu poder e controle diante da situação?
Por razões, provavelmente culturais, somos treinados para a (falsa) ideia de que somos obrigados a responder a todas as perguntas e reagir a todos os ataques. Ao meu ver, isso é uma tremenda bobagem, uma falácia. Você responde somente o que quer responder e reage somente ao que quer reagir. Se assim o quiser, você nem mesmo é obrigado a atender o seu telefone pessoal. Atender e falar é uma escolha e não uma exigência. Nem sempre a melhor defesa é pagar com a mesma moeda.

.
Temos disponível, contra inúmeras formas de ataques, uma arma poderosa, no entanto,  poucos sabem lidar com ela: O silêncio. Somente pessoas com poder sobre si mesmas, são capazes de defenderem-se de um ataque com silêncio. Além disso, quem evita de dizer tudo o que tem vontade, raramente se arrepende por ter tido magoado alguém com palavras ásperas e impensadas.
Responder com o silêncio, significa que você está olhando, analisando o problema e que não tem tempo para discussões fúteis e inúteis. Em certos momentos de ataques, o silêncio pode ser a mais prudente das respostas, a mais compreensiva e real de todas.

Vá em frente. Olhe. Sorria. E nunca se esqueça de que há momentos para falar e há momentos para silenciar. Escolha o momento correto.

4 comentários:

  1. Oi, Alcara. Silenciar foi uma arte que aprendi com o tempo, sem dúvida evita desgastes desnecessários quando o outro lado não está disposto a ouvir, ou o assunto não merece resposta. Só não pode ser usado para guardar raiva e despejá-la num momento inesperado. Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá Bia,
    O tempo é o senhor de todas as respostas, o silêncio em certas ocasiões, é uma delas.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. OI FAMILIA!
    INTERESSANTE TEU TEXTO.
    O CORRETO,MAIS PRODUTIVO, MAIS ADEQUADO, COM CERTEZA É CALAR.
    DIGO COM CERTEZA PORQUE AO EXERCITAR ESTA OPÇÃO, SEMPRE SAÍMOS COM UMA BOA SENSAÇÃO E DEIXAMOS UMA BOA IMAGEM, PARA OS ESPECTADORES E PARA O ALGOZ.
    O RUIM É QUE AS VEZES NOS DEIXAMOS LEVAR PELA RAIVA, QUE É UMA MÁ INFLUENCIA E REAGIMOS DA MESMA FORMA QUE FOMOS ATACADOS, SÓ QUE A SENSAÇÃO PÓS INCIDENTE, NÃO NOS DEIXA DÚVIDAS QUE NÃO FOI A MELHOR OPÇÃO, A SER ESCOLHIDA.
    BOM TEXTO PARA SE REFLETIR.
    ABRÇS
    Zilanicelia.blogspot.com
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  4. Olá Zilani Célia!
    Primeiramente seja bem-vinda!
    O calar-se diante de certas situações ameniza em parte o problema. Após o silêncio é preciso reflexão. Contra-atacar só vai piorar a situação, e como disse, "a sensação pós incidente" é muito ruim.
    Outra forma de responder a ataques é com um sorriso franco, um olhar carinhoso, uma palavra amiga... Geralmente quem está atacando sente-se uma pessoa insegura.
    Obrigado por sua participação.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.