Virtual e real

Olá amigos virtuais e reais,
Permitam-me escrever algumas linhas sobre o que vejo, sinto e penso em relação ao nosso mundo virtual e real. Mundo este, onde eu e você, cada vez mais, estamos inseridos, onde a fantasia e a realidade, muitas vezes, se confundem. Saibam que eu não acredito em tudo o que leio e vejo no mundo virtual, nem no real. (e olha que leio bastante, principalmente os blogs que sigo). São tantas opiniões, idéias, textos bacana, e claro, algumas porcarias também. Quando acho pertinente faço algum comentário, quando não, respeito a opinião alheia e ponto.

O fato é que podemos conviver em dois mundos totalmente diferentes. No mundo virtual, com uma boa imaginação e com uso de mecanismos como o fotoshop, você pode vender uma bela imagem de uma vida leve, descontraída, feita só de momentos bons e de um mundo perfeito onde não existem problemas.
Nesse mundo de fantasias e no anseio por obter a aceitação de outras pessoas, criamos máscaras e apresentamos ao público em geral. Tenho amigos virtuais, cuja foto do perfil, pasmem, são animais, outros plantas, outros paisagem e por ai vai. Tem aqueles que são tímidos, aí criam um personagem extrovertido, extremamente abertos e sociáveis. E aqueles que se acham feios? Tiram inúmeras fotos, em vários ângulos, excluem delas tudo o que poderia parecer incômodo ou imperfeito e a melhor, adivinha? Vai para o perfil, é claro! Sem nos darmos conta, criamos falsas imagens de nós mesmos e apresentamos aos outros como se fossem verdadeiras.
Imagine agora, você meu amigo(a) virtual, se eu decidisse conhecer você pessoalmente no mundo real. A beleza que há em seu perfil virtual permaneceria na vida real? Sim? Não?
A nossa vida é cheia de altos e baixos, alegrias e tristezas, sombras e luzes, belo e feio, totalmente diferente daquele perfil que apresentamos sem problemas, sem espinhas na cara ou ataques de mau humor.

O que estou  afirmando, é que o nosso mundo real é muito mais interessante a este virtual. No mundo real as pessoas são o que são, sentem dores, medos, inseguranças, ficam bravas, cometem erros, de vez em quando acordam tristes, com a cara inchada, com olheiras, nos decepcionam, nos dão trabalho, revelam nossos defeitos e exigem muito mais de nós. Já no mundo virtual, quando cansamos de algum amigo, basta excluir ou desligar o computador. Na vida real não é bem assim que funciona, não podemos simplesmente excluir alguém da família ou pessoas que amamos, de nossas vidas.
Claro que não há mal algum em navegar por esse mundo virtual, reencontrar pessoas, trocar idéias, fazer novas amizades, porém, prefira sempre o seu mundo real, é ai que estão as pessoas que lhe amam de verdade.

8 comentários:

  1. Amigo um texto muito bem descrito como sempre ...
    Concordo com tudo que você falou mas mesmo na vida real existem muitas máscaras....
    Pessoas que só se preocupam com o seu visual,em se parecer bem,etc.
    Algumas já nem se identificam-se mais....
    Assim também no mundo virtual,existem pessoas verdadeiras outras....
    Beijos otima tarde...

    ResponderExcluir
  2. Oi Selma,
    Sim na vida real existem pessoas mascaradas, conheço algumas. A vantagem é que no mundo real sabemos a melhor forma e como lidar com essas pessoas.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Olá! Concordo com o que escreveu. Meu blog é um espaço onde procuro ser transparente, em alguns momentos estou triste, em outros, feliz, apaixonada, fato que causa um certo espanto entre os visitantes, como se um blog que fala sobre sentimentos não fosse uma extensão do que sou. Para mim, é. Porque não tem nada melhor do que viver nossa realidade! Ótimo texto, um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Oi Bia,
    A melhor saída que temos frente nossa realidade, seja ela boa ou conturbada, é encarrar. São poucas as pessoas que conseguem ouvir seus próprios e reais sentimentos, é mais fácil fugir para o mundo virtual e viver de fantasias.
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  5. Família Alcara, bem postada essa mensagem. Eu posso dizer que não troco o MUNDO REAL, meu mundo real por nada deste mundo virtual. Se na realidade não conhecemos a fundo quase ninguém imagine aqui!!!!
    Tenho lido muita coisa também, mas não acredito em tudo nem nas imagens que nos vendem como sendo a verdadeira de cada um.
    Bem sabemos que tanto o virtual quanto o real são facas de dois gumes, mas ainda prefiro as mais reais possibilidades daquilo que está ao meu lado verdadeiramente.
    Gosto de navegar, de conhecer gente e de partilhar e poder aprender com as partilhas. Fora tudo isso sou carne e osso que vai muito além dos teclados que tudo sabem e que tudo dizem sendo verdades ou não.
    Show de bola essas suas colocações. Abraços

    ResponderExcluir
  6. Oi Malu,
    Grato por sua presença.
    Sabemos que o nosso mundo real é mais fatigante que o mundo virtual, no entanto, é a nossa verdadeira realidade onde estamos inseridos. No mundo virtual podemos aprender muitas coisas, é preciso saber/fazer boas escolhas.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Olá !!!

    Vi seu comentário lá no blog e vim correndo ler o texto indicado, e adorei !
    Ontem mesmo estava lendo um artigo sobre isso no site vya estelar, onde mencionava que a maioria dos perfis são idealizações da personalidade, sou seja, se a pessoa é tímida, posa de extrovertida, se é feio, de bonito, se é solitário, de popular etc, o que acaba contribuindo para um meio ilusório.
    Tenho muitos amigos virtuais e muitos já conheci pessoalmente, e justamente por estar aberta a estes experiências, procuro ser o mais realista possível, pois iria me sentir mal em passar uma imagem que depois iria por água abaixo...
    Trabalho em uma rede social e atendo os usuários, o que mais vejo são pessoas que posam de humildes e bons, me tratando feito cachorro nos bastidores... E também muitos abrindo mão de suas vidas e relacionamentos, trocando a vida real pela virtual... Isso é triste, esta ferramenta é ótima, mas não substitui as vivências aqui fora, que são sempre mais ricas, profundas e importantes para nós como seres humanos em evolução :)
    É preciso cuidado para não viver numa ilusão e não abrir mão da vida real :)
    Adorei sua abordagem !!

    Um abraçãooo e boa semana !

    ResponderExcluir
  8. Olá Samanta,
    Existe um grande abismo entre o mundo virtual e o real. O virtual nos permite enganar e enganar outras pessoas, criar uma bela história, um belo perfil, e acredita quem quiser acreditar. Já no mundo real a coisa é bem diferente, é preciso encarar nossa batalha diária com tudo o que há de bom e ruim. Talvez esteja no medo de encarar a realidade, um dos motivos do grande crescimento das redes sociais.
    Forte abraço.

    ResponderExcluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.