Dia dos namorados e mitologia grega

O que tem a ver a mitologia grega com o dia dos namorados? Terá ela alguma influência sobre os relacionamentos atuais?
No ciclo dos mitos olimpianos, Eros ( Cupido para os romanos ) é filho de Afrodite e Ares. É representado por uma criança travessa ocupada em flechar os corações para torná-los apaixonados. Mas ele próprio se apaixona por Psique ( Alma ). Afrodite, invesoja da beleza de Psique, afasta-o do filho, dando-lhe como companheiras a Inquietude e a Tristeza; até que Zeus, atendendo aos apelos de Eros, liberta-a para que o casal se una novamente. 
Provavelmente tenha surgido ai a origem da fama das sogras; Afrodite afastou a Psique de seu filho por inveja de sua beleza e  justificou o seu defeito (inveja), criando outros defeitos para Psique. 
A mitologia grega se faz presente de forma intensa em nossos relacionamentos sim! Quando um relacionamento não dá certo, Afrodite reaparece em nós e logo encontramos outras pessoas (sogros, cunhados, tios, parentes... ) cheias de defeitos, e acusamos como os principais culpados pelo que não deu certo. Diferenças de gostos, de idéias e de atitudes nem sempre são defeitos.

Outro comportamento presente nos relacionamentos atuais, é o mito grego de Procusto. Segundo a lenda, Procusto era um malfeitor que habitava nas florestas e tinha uma cama do tamanho exato de suas medidas. Toda a pessoa que fosse capturada por ele, deveria ser igual a ele, se fosse maior que as medidas de sua cama, era decapitado, se menor espichado, até se encaixar exatamente em suas medidas.
Conheço muitas pessoas solitárias, porque carregam consigo o mito de Procusto. Usam sua cama como medida. Tudo tem que ser de acordo com suas medidas, seus gostos, seus interesses... Se alguém apresenta um amigo; pois é, não sei, ele até é bonitão, mas não faz o meu tipo, ela é interessante, seria a nora que a mamãe pediu, mas não combina comigo, encontram um monte de defeitos e acabam ficando sozinhos.
Vamos combinar uma coisa: Não existe pessoas perfeitas, e que graça teria viver ao lado de uma pessoa que sempre concorda com tudo o que você diz e faz! Pessoas diferentes agem de maneira diferente.
Pessoas solitárias estão habituadas a avaliarem seus pretendentes por suas aparências, quando algo dá errado, possuem desculpas para dizerem que as aparências enganaram. Na verdade, não são as aparências que nos enganam, somos nós que nos enganamos porque não queremos olhar para as coisas como elas são.  O problema dessas pessoas é que reconhecer a sua ingenuidade e irresponsabilidade em tantos momentos da vida, fere sua inteligência, seu orgulho e vaidade. Ficam fantasiando e esperando a pessoa perfeita que nunca chega. A fantasia sim, é mais conveniente que a realidade, mas o preço que se paga, sempre é mais alto.

Feliz dia dos namorados!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.